Ministro da Economia negocia acordos comerciais e tributários em Davos

O Fórum Econômico Mundial (WEF) continua a todo vapor em Davos, na Suíça. Nos primeiros dois dias de evento, Paulo Guedes tratou de acordos comerciais e tributários com os representantes de outros governos. Nesta quarta-feira, 22, o ministro da Economia se reuniu com o chanceler do Tesouro do Reino Unido, Sajid Javid. Na ocasião, ele negociou um acordo para acabar com a tributação sobre serviços técnicos e preços de transferência.

Ontem, 21, Guedes também se encontrou com representantes do EFTA (Associação Europeia do Comércio Livre). É importante mencionar que essas negociações entre representantes de governos fazem parte da agenda do Fórum. Quer saber mais sobre os encontros do ministro da Economia? Então continue lendo o nosso artigo, pois nós te daremos as principais informações!

Mais detalhes sobre negociações de acordos comerciais e tributários

Com relação às conversas que têm tido no Fórum Econômico Mundial, Paulo Guedes afirmou que ainda pretende fazer negociações com outros países. De acordo com o ministro, o governo ainda quer fazer acordos com o Canadá, o Japão e a Coréia do Sul.

No entanto, ele deixou claro que não quer mudanças bruscas. Segundo Guedes, é necessário que o governo consiga juros baixos, desregulamentação, simplificação e redução de impostos. Ele afirmou que as transformações precisam ser graduais para que a indústria brasileira garanta a sua competitividade.

O ministro da Economia também conversou com o secretário do Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, na terça-feira. No entanto, esse encontro foi mais breve e informal.

De acordo com Guedes, ele agradeceu a ajuda do membro do governo norte-americano durante essa conversa. O ministro afirmou que Ross fez a intermediação entre o Brasil e o presidente dos Estados Unidos quando Trump decidiu aumentar tarifas no aço. Vale lembrar que o governante norte-americano fez essa ameaça porque entendeu que o governo brasileiro havia desvalorizado a sua moeda artificialmente.

Considerações finais

Nós do Financeiro Consulte esperamos ter esclarecido mais detalhes sobre a participação do ministro da Economia no Fórum Econômico Mundial.

Comente o que você achou sobre o objetivo do governante de fazer acordos comerciais e tributários. Nós ficaremos felizes em saber a sua opinião. Além disso, não deixe de acompanhar as outras notícias relacionadas à economia do país e do mundo! Há muita informação de qualidade esperando por você!

 

Fonte: Folha de S. Paulo e Isto é