Auxílio emergencial em processamento: Entenda tudo sobre o assunto

Os pagamentos do auxílio emergencial já começaram! O pagamento começou no dia 6 de abril e várias pessoas já tiveram acesso ao benefício. Entretanto, em alguns casos o status apareceu como auxílio emergencial em processamento e confundiu alguns cidadãos.  

Com o objetivo de auxiliar os cidadãos em situação de vulnerabilidade em decorrência da pandemia, o auxílio emergencial também será concedido em 2021. Desta vez, são quatro meses de auxílio, do mês de abril até o mês de julho. 

Os valores disponíveis podem variar de acordo com a situação da família, indo de R$150,00 até R$350,00 reais. Para solicitar, a renda familiar total não pode ultrapassar três salários mínimos.

O que significa auxílio emergencial em processamento?

Ao acessar o site e conferir seus dados, muitas pessoas se depararam com o status: auxílio emergencial em processamento

A verdade é que o status pode estar de três maneiras diferentes, sendo elas: inelegível, elegível e em processamento. 

  • Inelegível: No caso do auxílio inelegível, significa que os dados do cidadão foram analisados e não se enquadram nas regras do auxílio deste ano. Sendo assim, ele não terá direito ao benefício. 
  • Elegível: No caso de auxílio elegível, a solicitação foi aprovada e o grupo familiar ou cidadão vai receber o auxílio. Para receber, ele só precisa verificar as datas do seu calendário de pagamento. 
  • Em processamento: Já nos casos de auxílio emergencial em processamento, significa que o sistema ainda está verificando os dados do cidadão ou grupo familiar. Em resumo, nestes casos os dados estão passando por uma nova análise.

Solucionando o auxílio emergencial em processamento

A grande dúvida que as pessoas têm em relação ao auxílio emergencial em processamento é se o pedido foi negado ou se o cidadão perderá o prazo de recebimento. Na verdade, ter o status como “em processamento” indica somente que o sistema ainda está colhendo informações e ainda não tem o resultado da análise. 

Por isso, não é preciso se preocupar! Mesmo que a data de recebimento do cidadão já tenha passado, se o status do pagamento mudar para “elegível”, ele vai receber o seu dinheiro normalmente. Porém, caso você esteja preocupado e queira ter mais informações a respeito de seu status de pagamento, pode entrar em contato por meio do telefone 111. 

Vale lembrar que as agências Caixa também estão fornecendo informações do status de pagamento, porém, o mais indicado é resolver por meio das plataformas digitais. Assim, é possível evitar aglomeração e aumento da contaminação. 

Veja como consultar o status do seu auxílio 

Para quem ainda não sabe o status do seu pedido de auxílio e deseja saber se vai receber ou não, pode acessar as informações a respeito da aprovação por meio da internet. 

Todos os dados estão disponíveis no site Auxilio Emergencial e podem ser verificados de forma rápida com o preenchimento dos campos solicitados. Basta ter em mãos os dados do CPF pessoal, nome da mãe, nome completo e data de nascimento. É só preencher e depois clicar em “enviar”. 

Caso você já tenha consultado e verificado que o status está como “elegível”, basta baixar o aplicativo Caixa Tem. Os pagamentos serão feitos por meio da poupança digital de acordo com a data de nascimento do cidadão. Vale lembrar que os nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril já estão com o benefício disponível no aplicativo Caixa Tem. 

Caso a sua situação seja de auxílio emergencial em processamento, é preciso aguardar mais alguns dias até que o sistema da Caixa analise seus dados e faça a atualização. 

Status de pagamento Inelegível: como resolver 

Em casos de auxílio emergencial que não foi aprovado, ou seja, como status inelegível, o cidadão pode recorrer. Para recorrer, o cidadão tem até 10 dias, a partir da data do resultado do status do auxílio, para solicitar uma reanálise. 

Desta forma, caso você acesse o site da DATAPREV e verifique se o status está como inelegível, basta clicar em “contestar”. No local indicado, você vai colocar o motivo da contestação e aguardar pela resposta do Ministério da Cidadania. 

Porém, atenção! Pessoas com o auxílio emergencial em processamento não tem acesso ao botão contestar, mas é preciso ficar de olho! Caso o auxílio seja negado, o cidadão tem apenas 10 dias para solicitar a contestação. 

Confira aqui as datas de pagamento 

Se você já sabe que tem direito ao auxílio, saiba que as datas já foram divulgadas. Pessoas que nasceram nos meses de janeiro, fevereiro e março já têm acesso ao benefício. Se for o seu caso, baixe o aplicativo Caixa Tem para movimentar seu auxílio. 

Pessoas nascidas em abril também já têm acesso ao benefício, que foi disponibilizado no dia 13 de abril. No caso dos outros meses, confira as datas:

  • Maio recebe dia 15 de abril; 
  • Junho recebe dia 18 de abril;
  • Julho recebe dia 20 de abril;
  • Agosto recebe dia 22 de abril;
  • Setembro recebe dia 25 de abril; 
  • Outubro recebe dia 27 de abril;
  • Novembro recebe dia 29 de abril; 
  • Dezembro recebe dia 30 de abril.