Economia

Avanço da extrema pobreza no Brasil é estimulado pelos cortes do Bolsa Família

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) produziu uma pesquisa que revela que o encolhimento do suporte do governo aos brasileiros mais pobres resultou na diminuição da renda dessas pessoas. Entenda!

Anúncios

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) produziu um estudo que aponta as consequências dos cortes do Bolsa Família nos últimos 5 anos. A pesquisa foi divulgada nesta semana e revela que o encolhimento do suporte do governo aos brasileiros mais pobres resultou na diminuição da renda dessas pessoas. É importante mencionar que o Bolsa Família foi criado em 2013 e tem como objetivo combater a desigualdade social e a extrema pobreza no Brasil.

Segundo o estudo, 5% da população mais pobre do nosso país teve a sua renda diminuída em 39% no período entre 2014 e 2018. Nesses mesmos anos, o número de pessoas que vivem na extrema pobreza aumentou 67%. Quer saber mais sobre a pesquisa da FGV? Então continue a leitura deste artigo pois nós iremos apresentar mais informações sobre ela.

Mais informações sobre a pesquisa a respeito dos cortes do Bolsa Família

Para elaborar os dados da pesquisa, a FGV utilizou como base a linha mais baixa de pobreza da ONU. Assim sendo, a instituição considerou a renda diária de U$S 1,25 per capita, valor que corresponde a aproximadamente R$ 5,45.

O estudo também foi embasado nos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) e da Pnad Contínua. A partir deles, a Instituição concluiu que a taxa de extrema pobreza do Brasil tem aumentado continuamente desde 2014. É interessante destacar que, nesse ano, o percentual chegou a ser o menor dentro do período de 15 anos.

Porém, com o crescimento constante dessa taxa nos anos seguintes, em 2018, a extrema pobreza já havia chegado ao mesmo patamar de 2008.

O período entre 2014 e 2018, analisado pela FGV em sua pesquisa, também encerra o momento em que o Bolsa Família teve o menor número de beneficiados. O programa atingiu o seu pior índice em julho de 2017. Na época, ele atendeu apenas 12,7 milhões de famílias.

Considerações finais

Isto posto, nós do Financeiro Consulte esperamos ter esclarecido as principais informações sobre a pesquisa realizada pela FGV. Comente qual é a sua opinião sobre os cortes do Bolsa Família. Além disso, nós queremos saber o que você pensa sobre o aumento da extrema pobreza no Brasil.

Por fim, não deixe de continuar acompanhando o nosso site para saber mais informações sobre a economia do Brasil. Além de falarmos sobre os efeitos dos cortes do Bolsa Família, também veicularemos outras notícias relevantes a respeito do nosso país.

 

Fonte: Uol

Em Alta

content

O C6 Bank oferece uma conta internacional para quem vai ir pro exterior

O C6 Bank está com uma grande novidade, já que está oferecendo uma conta internacional para quem vai viajar! Acesse nosso site.

Continue lendo
content

Saiba como sacar até 90% do limite no cartão de crédito do Banco Inter

Veja como sacar até 90% do limite do cartão de crédito do Banco Inter! Acesse o nosso site para saber mais informações sobre o assunto.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Cartão de crédito Bradesco Elo Universitário

Saiba como funciona o cartão de crédito Bradesco Elo Universitário e quais são as suas vantagens! Acesse nosso site para saber mais.

Continue lendo
content

Cartão de crédito American Express Platinum

Se você está em busca de um cartão exclusivo que ofereça realmente ótimos benefícios, conheça o cartão de crédito American Express Platinum!

Continue lendo