Economia

Governo prevê o déficit primário e a dívida bruta para 2020 e 2021 de forma otimista

O governo brasileiro calcula mensalmente o quanto o déficit primário e a dívida bruta do país irão diminuir ou aumentar nos meses e anos seguintes. Saiba quais são as previsões do governo para 2020 e 2021.

Muitos brasileiros estão tão endividados que não conseguem prever quando irão pagar todos os seus boletos. O governo do país também vive essa realidade, já que atualmente deve uma quantia exorbitante de dinheiro. Ainda assim, os nossos representantes calculam mensalmente o quanto o déficit primário e a dívida bruta do país irão diminuir ou aumentar nos meses e anos seguintes.

Nesta quinta-feira, 16, o Ministério da Economia divulgou o relatório Prisma Fiscal de janeiro/2020. Dentre outras informações, esse documento revelou que, neste mês, a previsão do governo com relação à dívida pública de 2020 e 2021 foi mais otimista do que a que foi feita no mês passado. Continue lendo este artigo para saber quais foram os números apontados pelos economistas.

Mais informações sobre o déficit primários e a dívida bruta previstos pelo governo

Em dezembro de 2020, o governo estava esperando que em 2020 o valor do déficit primário fosse de R$ 83.992 bilhões. No entanto, neste mês, a previsão mudou. De acordo com o relatório Prisma Fiscal, a expectativa dos economistas é de que o déficit primário seja de R$ 82,335 bilhões. Assim sendo, o número é mais otimista.

É importante afirmar que esse número fica muito abaixo da meta de déficit primário deste ano. O valor que foi estipulado é de R$ 124,1 bilhões.

Com relação ao ano de 2021, o número divulgado neste mês pelo governo também é otimista. Em dezembro do ano passado, os economistas tinham a expectativa de que o déficit primário fosse de R$ 47,613 bilhões. Esse número é um pouco maior do que aquele que foi divulgado neste mês (R$ 47,151 bilhões).

Também é importante apresentar a expectativa do governo com relação à dívida bruta do país. No mês passado, os economistas esperavam que em 2020 o país devesse 79% do seu Produto Interno Bruto (PIB). No entanto, agora em janeiro, a previsão é de que o Brasil deva 78%.

Com relação ao próximo ano, o governo também está esperando um cenário mais positivo. Se em dezembro de 2019, tinha-se a expectativa de que o país deveria 78,07% do PIB, agora os números são diferentes. Os economistas preveem que a dívida da União em 2021 seja de 79,45% do seu Produto Interno Bruto.

Considerações finais

Tendo dito isso, nós do Financeiro Consulte, esperamos ter esclarecido em que sentido as previsões do governo foram mais otimistas. Assim sendo, comente o que você achou a respeito dos dados sobre o déficit primário e a dívida bruta do país. Também não deixe de acompanhar as notícias do nosso site!

 

Fonte: Exame 

Em Alta

content

Saiba tudo sobre as bandeiras de cartão de crédito

Saiba quais são as principais informações sobre as bandeiras de cartão de crédito. Acesse o nosso site para obter mais informações!

Continue lendo
content

Saiba como solicitar o cartão de crédito Aeternum

Se você está em busca de um cartão que ofereça benefícios exclusivos, saiba como solicitar o cartão de crédito Aeternum! Acesse nosso site.

Continue lendo
content

Saiba como solicitar o cartão de crédito Santander 123

Saiba como solicitar o cartão de crédito Santander 123 que vem oferecendo diversos benefícios a todos os seus clientes. Acesse nosso site!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Saiba quais são os melhores cartões de crédito com cashback

Veja agora quais são os melhores cartões de crédito com cashback e escolha a melhor opção para você! Acesse nosso site para saber mais.

Continue lendo
content

Saiba como aderir a antecipação do FGTS em até 3 parcelas

Está precisando de um dinheiro extra? Saiba como aderir a antecipação do FGTS em até 3 parcelas! Acesse nosso site para saber mais.

Continue lendo
content

Cartão de crédito Amazônia Card

Conheça o cartão de crédito Amazônia Card e saiba quais são as vantagens oferecidas! Acesse o nosso site para saber mais informações.

Continue lendo