Será paga a primeira parcela do Auxílio para quem recebe o Bolsa Família

Com a nova atualização a respeito do pagamento do auxílio emergencial, muitas pessoas estão curiosas para saber o calendário. De acordo com uma notícia publicada pelo Diário da União, pessoas que participam do bolsa família começam a receber no dia 16 de abril. 

Porém, este calendário é exclusivo para pessoas que participam do bolsa família. Quem faz parte de outros programas e está cadastrado no Cadastro Único terá um calendário diferenciado. 

De acordo com o Ministério da Cidadania, a nova medida do auxílio será de quatro meses, que vão do mês de abril até o mês de julho. Vale lembrar que o programa tem o objetivo de auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade financeira causada pela atual pandemia. 

Bolsa família e auxílio emergencial: entenda as regras 

Atualmente, quem é beneficiário do bolsa família não pode acumular os benefícios. Desta forma, é necessário que o cidadão escolha o que é mais vantajoso, receber o bolsa família ou o auxílio emergencial. 

Vale lembrar que mesmo quando apenas um indivíduo do grupo familiar recebe o bolsa família, ele será suspenso caso tenha optado pelo auxílio emergencial. De forma resumida, um benefício anula o outro, cabe ao cidadão escolher a melhor opção. 

Novas regras do auxílio emergencial 

Com o programa lançado novamente em 2021, algumas novas regras foram estabelecidas. Para solicitar, é necessário estar de acordo com as normativas. 

Sendo assim, é preciso que o grupo familiar receba no máximo três salários mínimos por mês, porém, a renda total dividida pelos membros da família deve dar no máximo meio salário mínimo por pessoa. 

Além disso, de acordo com as novas regras do programa, por hora, só poderá receber o benefício quem fez parte do programa no ano passado. Desta forma, mesmo as pessoas que ficaram desempregadas e precisam solicitar o benefício não podem fazer parte do programa atual. 

Segundo as atualizações, pessoas que ficaram desempregadas recentemente e não precisaram solicitar o auxílio emergencial em 2020 serão atendidas somente se os recursos ao final dos quatro meses estiverem disponíveis. Sendo assim, é necessário aguardar! 

Valores a serem pagos pelo auxílio em 2021 

Os valores que serão pagos aos cidadãos variam de acordo com cada situação. Entre elas temos grupos familiares que se enquadram na normativa, pessoas que moram sozinhas e famílias monoparentais. De acordo com cada caso, o benefício pode variar de R$150 até R$375,00. 

Pessoas em situação de vulnerabilidade financeira e que morem sozinhas recebem o valor de R$ 150,00. No caso de famílias que possuam renda de até três salários mínimos, com um valor máximo de meio salário mínimo por integrante da família, ganha-se um valor de R$ 250,00. 

Em situações de mães que criam seus filhos sozinhas, ou seja, famílias monoparentais, o valor sobe um pouco e pode chegar a R$ 375,00. 

Quem não tem direito ao auxílio emergencial?

Se você faz parte de um dos grupos a seguir, o auxílio emergencial não será concedido ao seu grupo familiar. Acompanhe:

  • Pessoas que tem vínculo empregatício ativo;
  • Cidadãos que estiverem recebendo outros tipos de benefícios, exceto o programa bolsa família ou casos em que o cidadão está recebendo abono salarial;
  • Famílias que possuem uma renda que exceda três salários mínimos;
  • Famílias que excedam o valor máximo de meio salário mínimo por integrante do grupo familiar;
  • Pessoas que estejam morando fora do país;
  • Cidadãos que não movimentaram o valor do auxílio emergencial no último ano;
  • Estagiários, estudantes residentes ou bolsistas que recebam algum tipo de benefício de órgãos federais, estaduais ou municipais;
  • Menores de 18 anos, exceto em casos de mães menores de 18 anos;
  • Cidadãos que tiveram o auxílio emergencial cancelado no ano de 2020;
  • Cidadão que estiver preso e recebendo o auxílio reclusão;
  • Pessoas que recebem pensão por falecimento;
  • Pessoas que tenham bens com valor acima de 300 mil reais adquiridos até 2019. 

Para esclarecer dúvidas de quem tem direito ou não ao benefício, também é possível saber mais por meio do site do Auxílio Emergencial 2021.

Calendário de pagamento aos integrantes do Bolsa família 

De acordo com as novas atualizações de pagamento, o início dos depósitos vai começar no dia 16 de abril. Acompanhe as datas: 

  • Final do NIS 1 recebem a partir do dia 16 de abril; 
  • Final do NIS 2 recebem a partir do dia 19 de abril;
  • Final do NIS 3 recebem a partir do dia 20 de abril;
  • Final do NIS 4 recebem a partir do dia 22 de abril;
  • Final do NIS 5 recebem a partir do dia 23 de abril;
  • Final do NIS 6 recebem a partir do dia 26 de abril;
  • Final do NIS 7 recebem a partir do dia 27 de abril;
  • Final do NIS 8 recebem a partir do dia 28 de abril;
  • Final do NIS 9 recebem a partir do dia 29 de abril;
  • Final do NIS 0 recebem a partir do dia 30 de abril.